Aplicativos: Facilidade e Mobilidade

Gustavo Tino

Escrito por Gustavo Tino

30 | 01 | 2015
Tempo de leitura 2 min de leitura

O mundo dos aplicativos com certeza é repleto de facilidades e possibilidades. Os famosos “apps” estão cada vez mais invadindo nossas vidas o número crescente de usuários faz com que os investimentos nesse segmento decolem.

mobile app

Mas qualquer app tem seus prós e contras:

O que você vai encontrar neste artigo:

DESVANTAGENS

Atualização de versões: para cada alteração na estrutura ou conteúdo do aplicativo, é necessário efetuar uma nova instalação na nova versão disponibilizada.

VANTAGENS

Melhor experiência para o usuário, contendo recursos gráficos, interfaces personalizadas e possuindo uma facilidade de uso, fazendo com que o acesso rápido proporcione uma sensação agradável pra quem está usando.

Plataformas distintas: nem todos os aplicativos estão disponíveis ou funcionam em todos os aparelhos, cada plataforma necessita que desenvolvedores criem um aplicativo adequado à elas.

Menor custo: muitos aplicativos estão disponíveis gratuitamente pra qualquer sistema operacional (android ou ios).

 

Os anúncios também são um incômodo ao usuário: atrapalhando e interferindo no design e interface do app.

 

Acesso aos recursos nativos do celular: os apps possibilitam a utilização dos recursos nativos do aparelho, como a câmera fotográfica, GPS, agenda telefônica e bluetooth, facilitando qualquer tarefa desejada.

Consumo de energia: alguns aplicativos consomem demais a energia da bateria, principalmente os aplicativos que ficam em segundo plano, mesmo não sendo utilizados.

 

Compra e venda de bens pelos aplicativos específicos e também o pagamento de contas de qualquer tipo.
Consumo de memória: muitos apps consomem muita memória do aparelho, não permitindo que outras tarefas sejam executadas. O usuário é capaz de disponibilizar conteúdos para que possam ser acessados de modo off-line, ou seja, sem conexão com a Internet.

Segundo um dado lançado pela Techmundo, por ser o sistema mais difundido, o Android é também o que mais atrai desenvolvedores iniciantes.

Não é à toa que a loja de aplicativos Google Play Store conta com 1,3 milhão de opções para os consumidores, enquanto no iOS, existem 1,2 milhão de aplicativos, e nisso também estão as opções de menor qualidade, O Windows Phone conta com um número menor em sua loja: são 300 mil programas.

Os aplicativos móveis caíram no gosto das pessoas que possuem smartphones, desde jogos para passar o tempo, até chats de mensagens instantâneas que acabam economizando no pacote de dados da Internet no aparelho.

Existe, ainda, uma infinidade de “apps” que gerenciam qualquer coisa que fazemos, desde calendários, bloco de notas, lembretes, até aqueles que nos ensinam inglês (ou qualquer outra língua). Basta pesquisar sobre algo e provavelmente haverá um aplicativo que te ajudará a fazê-lo.

Sobre o autor

Gustavo Tino

Gustavo Tino

Estudante de publicidade, cafeísta, admirador da filosofia e da mitologia grega

Deixe seu comentário

quatro × 3 =