fbpx

O tal de ClubHouse

12.02.2021

Provavelmente se você é o tipo de pessoa que fica direto nas redes sociais já deve ter ouvido falar do ClubHouse.

Todo mundo fala fala, mas quem está lá? Afinal, o que é esse aplicativo que tantos estão postando? 

Hoje, viemos tirar as dúvidas de quem ainda não recebeu o convite e está boiando a respeito do aplicativo febre do momento. 

O que é o ClubHouse?

O ClubHouse é um aplicativo que foi lançado em abril de 2020, mas só agora chegou ao Brasil. A plataforma funciona como um áudio-chat, ou seja, é apenas por voz. Não tem mídia, textos, gifs…nada! apenas voz.

Como que virou febre só agora?

Bom, como todos aqueles que estão super antenados no que acontece no mundo do entretenimento, o BBB na Globo está com mais uma edição. Dessa vez, Boninho, diretor do Big Brother Brasil entrou em uma das salas e começou a bater-papo sobre o programa.

Uma ótima chamada para atrair as pessoas e iniciar o momento de pedir convites e se tornar membro da plataforma.

Como funciona?

É uma rede exclusiva, como dito anteriormente, a entrada dentro do ClubHouse é feita por meio de convite. Ou seja, você precisa ser convidado por alguém..

Cada usuário tem direito a dois convites e no momento está disponível apenas para IOS.

Quem ainda não foi convidado pode baixar o aplicativo e cadastrar seu user. Assim é só esperar algum amigo te dar a permissão para se tornar um mais novo membro da rede.

Salas no ClubHouse

Ao ingressar no ClubHouse você seleciona os temas de interesse, sincroniza seus contatos e segue aqueles perfis que você tem mais afinidade.

Então, na página inicial irá aparecer as salas de bate-papo por voz. Todas as salas são formadas por interesses e você ainda pode ser avisado quando alguém específico entrar na conversa.

Cada sala cabe no máximo 5 mil pessoas, tendo os moderadores, speakers (quem pode falar) e os ouvintes.

Sou ouvinte, não posso falar?

Sim, todo mundo pode pedir permissão pra falar, virtualmente é possível “levantar a mão” e se caso o moderador aceitar você pode entrar na roda de conversa.

FOMO

O efeito Fear of missing Out rola solto. É proibido gravar a tela logo que lá dentro é tudo 100% áudio, 100% espontâneo e 100% novo e ao vivo. Quem não recebeu convite começa a ter esse sentimento de que não está por dentro, por isso todos querem tanto receber o convite.

Será que o ClubHouse continuará assim?

As marcas não estão lá dentro, as pessoas sim! Não tem patrocínio, não tem influencer, não rola monetização.

Vocês acham que continuará assim por muito tempo? Conta pra gente!

Sobre o autor

1

Gabriela Az

Gabriela, 21 anos estudante de publicidade e propaganda. Viciada em séries, Tarantino e livros. Ama escrever e explorar novos assuntos.

Deixe seu comentário