Como funciona Big Data ?

Alana Rosa

Escrito por Alana Rosa

07 | 04 | 2015
Tempo de leitura 2 min de leitura

O repertório de informações aumenta a todo instante e se torna indispensável para o cotidiano. E é claro que não conseguimos armazenar e processar todas essas informações sozinhos. Pensando nisso surgiu a Big Data.

Big data o que e

Big Data é o termo que se usa para descrever o crescimento, a disponibilidade e o uso exponencial de informações estruturadas e não estruturadas. Ou seja, tratar do maior número de informações no menor espaço de tempo, é como diz o ditado: tempo é dinheiro.

É preciso saber aproveitar os dados coletados e entender que nem todo dado será relevante ou útil. Mas como encontrar os dados de relevância? Esse é um problema amplamente conhecido.

65% das empresas reconhecem que precisam investir mais em Big Data. Como?

Ter Big Data como parte do projeto da sua empresa trás muitos benefícios que você talvez nem imagine. Mas muitas empresas apesar do interesse, não sabem como colocar isso em prática.

Vamos lá, litamos alguns passos para ajudar você a começar hoje e não perder mais tempo.

  • Ter os dados necessários;
  • Prezar pela qualidade dos dados sempre com uma fonte segura;
  • Ter infraestrutura para alto volume de processamento;
  • Confidencialidade dos dados;
  • Profissionais adequados;
  • Saber quando executar a oportunidade de Big Data ou não;

E o melhor de tudo é que não há uma área específica para aplicar o conceito Big Data.
Onde há informação, trabalhada de uma forma criativa e estratégica, há créditos para se trabalhar com esse conceito.

Um dos maiores desafios para uma empresa é conquistar a confiança do consumidor, Big Data também é um suporte para isso, aproximando e estabelecendo uma relação de parceria da empresa com o seu consumidor.
Tudo depende da maneira como a informação é analisada já que é ela que leva a tomada de decisões.

Big Data

Consumidores passarão a serem tratados como únicos e serão mais entendidos em relação a anseios, desejos e comportamento, e nós sabemos que isso é tudo o que eles querem, não é mesmo? Uma vez que as informações são claras e bem tratadas, as empresas entenderão qual cliente precisa de qual produto ou serviço. Os benefícios são para ambos os lados, e são inúmeros; só depende da criatividade de quem cria para conhecer a necessidade de quem usa.

O desafio do Big Data não termina na sala de reuniões, o ideal é que os funcionários também se envolvam em mais essa etapa, que todos arregacem as mangas, pesquisando e executando juntos, criando assim uma cultura Big Data. Também vale ressaltar que as empresas não devem deixar de buscar (jamais) coisas novas, devem estar sempre atentas para inovar. Existe um mundo de informações disponíveis, não estruturadas para serem exploradas, que irão agregar valores a sua empresa.

Com organização e informação você tem tudo para traçar um caminho de sucesso e chegar ao topo!

Sobre o autor

Alana Rosa

Alana Rosa

Estudante de Publicidade e Propaganda. Movida por sonhos e pensamentos positivos.

Deixe seu comentário

9 + 7 =

Comentários

Ney
Big data trabalha a favor de dados estruturais ou não estruturais
Anderson Cirilo
Parabéns Alana. Este é um assunto de Pesquisa que ia falar mais a frente com vocês, mas é legal que já tenha postado. Valeu. Beijos e seja sempre assim.