WhatsApp na comunicação de empresas

Jean Gea

Escrito por Jean Gea

18 | 05 | 2016
Tempo de leitura 2 min de leitura

A pouco tempo em outro artigo vimos que o WhatsApp vai além de uma rede de relacionamento de amizades e está sendo dominado por empresas, que aproveitam da fácil comunicação para auxiliar na comunicação com os seus clientes. Hoje veremos que o App também é muito utilizado para a comunicação interna e externa da empresa.

São vários os casos de empresas que “liberaram” o uso do WhatsApp para seus funcionários visando uma boa comunicação entre setores. É claro que o liberaram não é no sentido de todos poderem usar, mas existem pessoas designadas para poder utilizar o WhatsApp, Imagina só se todos de uma fabrica pudessem ter acesso ao App em horário de expediente? A queda na produção seria notável. Gerentes, encarregados e setores que precisam de uma comunicação rápida são os que podem ter acesso ao App.

Comunicar-se com fornecedores, entre setores e até mesmo o contato com a presidência ou pessoas com uma hierarquia a cima ficou mais fácil e constante com a utilização do WhatsApp.

Levando em conta a comunicação entre setores ou com presidência e outros cargos a facilidade de troca de informação rápida faz com que os problemas sejam resolvidos de uma forma mais ágil e ate mesmo comunicações simples se tornam mais rápidas. é comum em empresas fazer grupos para poder informar de uma forma geral, o que precisa de um cuidado dobrado com o que se escreve. Em momentos tensão é comum escrever por impulso e acabar gerando um entendimento errôneo do foi escrito.

Já para a comunicação entre empresas e fornecedores o App facilita quanto algumas negociações, dispensando assim o transporte da pessoa até o estabelecimento ou a comunicação para tirar duvidas sobre pedido, prazo de entregas ou ate mesmo do produto.

O WatsApp esta se tornando parte da vida das pessoas e também das empresas uma boa forma de se mostrar isso é tendo como base o Bloqueio do App no ultimo dia 03, empresários se sentiram lesados pelo bloqueio, alguns dizem ter utilizado outros apps mas o retorno esperado não foi tão eficaz.

  • Funcionária de um salão de beleza em Botafogo que usa o app para agendar clientes, Ivanilda Azevedo, 47 anos, criticou o bloqueio. Apesar de não ser fã do serviço para fins pessoais, a recepcionista vê a medida como um empecilho para quem usa o aplicativo para trabalhar. “Se levar o aplicativo a sério, ele é importante”, opinou Ivanilda
  • O setor de entregas também foi prejudicado. Sócio de uma empresa de alimentos saudáveis, Robert Quadrelli comentou que cerca de 90% das vendas da marca costumam ser encomendadas pelo aplicativo. Ontem, houve uma enorme queda na demanda. “Pensamos em usar outro aplicativo, o Telegram, mas não teria muito tempo para estabelecer tudo”, diz.
  • O engenheiro eletricista Vincenzo Di Giorgio, CEO da Dinatech Brasil, diz que outros apps gratuitos oferecem serviços de igual qualidade. Para quem não quiser parar de trocar mensagens, ele recomenda o Telegram, o Viber, o Chat On e o Skype. Coach e especialista em finanças, Alexandre Prado, que usa bastante o Whatsapp para trocar informações de forma mais rápida com os clientes, aderiu ao Telegram e aprovou. “Até agora, não deixou nada a desejar para o Whatsapp”, avaliou.
  • A fim de não prejudicar as investigações, até o Disque-Denúncia criou conta no Telegram (96802-1650). O órgão recebe 60 mensagens por dia no WhatsApp — 20% das denúncias.

Fonte dos depoimentos: odia.ig.com.br

E você já Utiliza o WhatsApp na sua empresa? Se não, é bom se adiantar pois ele pode trazer inúmeros benefícios e facilidades na comunicação.

Sobre o autor

Jean Gea

Jean Gea

Faço dos momentos mais simples momentos de grandes oportunidades.

Deixe seu comentário

três × três =

Comentários

Ricardo
Excelente artigo. Aproveite para conhecer também o Followzup, o projeto de comunicação para a Internet das coisas totalmente criptografado. E fique tranquilo, Followzup é software livre. followzup.com