O Facebook não vai ter botão dislike

Oxigenweb

Escrito por Oxigenweb

17 | 09 | 2015
Tempo de leitura 2 min de leitura

Vai mudar, mas não é bem um botão “Dislike”. Tá mais um pra “nossa, que chato :(”.

O anúncio de uma suposta nova função no Facebook causou alvoroço nos usuários, profissionais da comunicação e marcas que utilizam a ferramenta. O botão “Dislike”, de acordo com as primeiras análises, seria mais uma maneira de disseminar o ódio e intolerância que pipocam na sociedade e, consequentemente, são refletidas nas redes sociais.

Apesar do recurso ser bastante solicitado pelo Facebook, Mark Zukemberg decidiu acalmar os coraçõezinhos mais ansiosos. O que está em andamento é o estudo de uma maneira de mostrar solidariedade pelas vítimas de tragédias e outras coisas que são inadequadas para o “Like”.

Mark foi bastante claro ao explicar que o botão “Dislike” não é uma possibilidade. Mas sim, uma alternativa para você demonstrar apoio para notícias tristes – quem nunca se perguntou se devia curtir ou não um anúncio de luto, não é mesmo?

Uma possibilidade clara é a inclusão do botão “Sinto Muito” (ou coisa parecida). Para implementar isso, o Facebook pode dar a opção ao produtor de conteúdo de exibir em seu post o botão “Curtir” ou “Sinto Muito”. Ou, mais pra frente, desenvolver um sistema que detecte termos tristes na suas últimas histórias e consiga prever que“Curtir” não é adequado para o momento.

Dessa forma, caso você compartilhe uma notícia triste, ninguém vai ficar tão apreensivo assim na hora de curtir ou comentar. Pelo contrário. Estará motivado a interagir demonstrando respeito e apoio. É, resumindo, uma opção afável. E em tempos de tanta treta, um pouco de carinho faz bem pro ego.

Confira a reposta de Mark Zukemberg sobre o botão de “Dislike”:

“Eu acho que as pessoas têm questionado sobre o botão Dislike por muitos anos e, provavelmente, centenas de pessoas têm questionado sobre isso. Hoje é um dia especial, porque hoje é o dia em que eu realmente começar a dizer que nós estamos trabalhando nisso e estamos muito perto de um teste do mesmo.

Muitas pessoas nos obrigaram a chegar até essa ideia. Porque, você sabe, nós não queremos apenas construir um botão de Dislike para transformar o Facebook em um fórum onde as pessoas estão votando cima ou para baixo sobre as mensagem. Isso não parece ser o tipo de comunidade que desejo criar. Você não precisa que em algum momento do seu dia alguém te coloque pra baixo por meio de julgamento. Não é pra isso que nós estamos aqui.

Mas ao longo dos anos as pessoas pedem isso. O que precisamos é entender que as pessoas não estão procurando uma capacidade de julgar mensagens de outras pessoas. O que eles realmente querem é ser capaz de expressar empatia.

Nem todo momento é um momento bom, certo? E se você está compartilhando algo que é triste, quer se trate de algo em eventos atuais, como a crise de refugiados, então ele pode não se sentir confortável para que clique em Like. Mas seus amigos e as pessoas querem ser capazes de expressar que eles entendem e que eles se relacionam com você.

Eu acho que é importante dar às pessoas mais opções do que apenas uma maneira rápida de fotografar e compartilhar o que está se sentindo em um post. É surpreendentemente complicada essa mudança. Mas nós temos uma idéia que acho que vamos estar prontos para testar em breve, e dependendo, nós vamos estendê-lo de forma mais ampla.”

As fanpages de marcas e produtos respiram aliviadas.

Fonte: www.papodehomem.com.br

Sobre o autor

Oxigenweb

Oxigenweb

Desde 2009 inovando a comunicação através da tecnologia. Uma agência digital focada em resultados.

Deixe seu comentário

2 × 2 =