fbpx

O guia completo de como transformar seus leads em clientes

22.03.2021

Nós sabemos que a forma como consumimos nossos conteúdos e tomamos nossas decisões de compras estão cada dia mais se transformando e se adaptando aos novos comportamentos da sociedade como um todo. Nesses novos tempos, é fundamental que isso reflita diretamente no modelo que as empresas passam a conduzir para se aproximar dos seus consumidores.

Inbound Marketing é reflexo dessa nova forma de comunicação. Ele é a reunião de estratégias que invertem o modo de contato com os clientes. Antes eram as empresas que iam atrás dos seus consumidores e agora, através de conteúdos que sejam relevantes, agregam valor a marca e geram interação, o cliente vem atrás de você. 

Inbound Marketing é baseado em gerar uma troca e uma conexão entre a marca e o lead, e todo esse caminho entre o primeiro contato e a venda efetiva, chamamos de funil de marketing.

Quer saber mais? Então, continue com a gente nesse artigo, pois separamos diversas dicas para você ter sucesso na sua estratégia com a ferramenta de funil de marketing!

O que é um funil de marketing?

O funil de marketing é a estrutura que utilizamos para representar a jornada do cliente no processo de compra de um produto ou serviço. Tal qual um funil, seu topo é mais amplo representando o grande número de potenciais clientes, e vai diminuindo conforme as etapas, até os mesmos se tornarem consumidores de fato da sua empresa.

A definição bem delineada de cada uma dessas etapas é de suma importância para que a entrega e suporte do cliente seja compatível tanto com o momento do funil que ele se encontra, quanto na transição entre eles.

O funil de marketing torna-se indispensável para uma melhor segmentação do seu público alvo e de quais conteúdos produzidos pela sua empresa serão compatíveis em cada passo dele. 

A seguir, vamos explicar como funciona cada uma das etapas do funil e como você pode aplicá-las na estratégia da sua empresa.

Como funciona cada estágio do funil de marketing? 

A divisão de um funil de marketing se tem da seguinte forma: topo do funil, meio e fundo do funil. Cada uma dessas etapas respeita as características da jornada do seu cliente e para cada uma delas, há particularidades a serem respeitadas e estratégias mais efetivas. 

Topo de Funil

Também conhecida como fase de atração, onde os visitantes se deparam com um problema ou uma necessidade, e que muitas das vezes eles não sabem que precisam ser resolvidas. Aqui sua empresa atrai através de conteúdos que se comuniquem e respondam essas dores do seu cliente, além de potencializar sua autoridade como marca, fazendo com que você se torne referência no mercado, e as próximas etapas do funil se tornem mais efetivas e menos complicadas.

Sua missão aqui é educar seu cliente, amadurecendo suas informações e estreitando laços, até que o mesmo forneça dados importantes para convertê-los a leads, como nome, e-mail, profissão.

Meio de funil

Grande parte da estratégia do funil de marketing está pautada na mineração dele! Ou seja, não basta apenas termos canalizado para dentro do funil os potenciais clientes, temos que mapear, interpretar e posicioná-los constantemente no estágio do funil que seja compatível com as intenções dele no momento. 

No meio do funil de marketing, exploramos quais desses leads de fato tem a maior propensão a se tornar clientes. Para isso, fornecemos a eles nesta etapa maiores informações sobre a solução de sua dor, o colocando a um passo da etapa final do funil.

Fundo de funil

É aqui que através dos dados obtidos na etapa anterior, que você passa a nutrir seus leads com ainda mais clareza nos conteúdos. É onde seus leads qualificados passam a representar oportunidades. 

Neste ponto, seu lead já sabe qual o problema a ser resolvido, e está num processo de descobrir quais das possíveis soluções já encontradas é a que melhor vai atendê-lo. É onde sua equipe de venda entra em ação.

O material fornecido anteriormente a ele entra como reforço da autoridade no assunto, transparecendo confiança e qualificação da sua empresa como positiva para negociar. É aqui então que seu lead, de fato, vira seu cliente.

A importância da integração do setor de marketing com o de vendas

Com as grandes e recentes transformações do mercado, a linha que separava o setor de vendas e o de marketing está cada vez mais tênue. A troca de informações de forma bilateral entre os departamentos se torna mais do que necessária, e passa a ser vital para a continuidade da estratégia.

A integração do funil de marketing com o funil de vendas se torna inevitável. 

Mas então funil de vendas e funil de marketing não é a mesma coisa?

O funil de marketing tem como objetivo estruturar, compreender e acompanhar as etapas da jornada de compras do consumidor, desde seu primeiro contato com a empresa até o momento que o mesmo se torna apto para a conversão em vendas. Já o funil de vendas, entende-se que é a nova etapa em que o consumidor torna-se qualificado para a concretização da venda do seu produto ou serviço, mas ainda necessita dos esforços de uma estratégia comercial para a conclusão da mesma.

Quando as tarefas das duas áreas estão alinhadas, com isso estamos falando de unir as principais forças ainda delimitando as tarefas e escopos de cada um, as oportunidades ficam mais próximas e a concretização da venda acontece de forma saudável.

O uso do funil de marketing como estratégia, alinhado diretamente com o Inbound Marketing, traz inúmeros benefícios como diminuição do custo de uma venda, atração maior do número de clientes, visibilidade e percepção da marca no mercado.  Se você ainda tinha algum receio das vantagens do uso dele, esse é o momento de repensar e parar de perder as oportunidades!E você, ficou com alguma dúvida sobre como implementar essa estratégia para dentro da sua empresa?
Que tal falar com um de nossos especialistas? Nós podemos te ajudar. Estamos disponíveis para tirar todas as suas dúvidas.

Sobre o autor

1

Ana Luiza

Graduanda em Marketing. Carioca apaixonada em Mídias Sociais e Mundo Digital.

Deixe seu comentário