Twitter anuncia corte de 9% dos funcionários para se reerguer

Natalie Ferreira

Escrito por Natalie Ferreira

28 | 10 | 2016
Tempo de leitura 2 min de leitura

O Twitter anunciou nesta quinta-feira (27) receita maior de 8% no terceiro trimestre de 2016, em contrapartida, a empresa fará um corte de 9% de sua força de trabalho em todo o mundo.

De acordo com o esperado pelos analistas, seu último trimestre obteve crescimento lento nas receitas, o corte do número de funcionários promete controlar custos e ajudar a empresa a se reerguer.

Até o final de junho o Twitter tinha o total de 3.860 funcionários no mundo todo. A demissão de cerca de 300 pode afetar a imagem da empresa em São Francisco, onde há uma grande competição por talentos de engenharia de software.

O faturamento dos últimos 3 meses acabou superando as expectativas de analistas e a ação da empresa subiu quase 4% antes da abertura dos mercados. A receita subiu 8%, para US$ 616 milhões, acima da estimativa média de analistas de US$ 605,8 milhões. Assim, a empresa teve um aumento de 20% no faturamento do segundo trimestre e no ano passado. As vendas do terceiro trimestre tinham apresentado crescimento de 58%.

Twitter teve lucro de US$ 0,13 por ação. Superando a previsão média de US$ 0,09 de analistas, segundo a Thomson Reuters. A receita total com publicidade cresceu 6% na comparação anual, para US$ 545 milhões.

O que você vai encontrar neste artigo:

Prejuízo

O prejuízo líquido da companhia caiu para US$ 102,9 milhões, ou US$ 0,15 por ação, no terceiro trimestre, ante US$ 131,7 milhões, ou US$ 0,20 por papel, um ano antes.

A base de usuários do Twitter não cresce no mesmo ritmo de rivais, como Instagram e Snapchat, mas informou que o número de usuários cresceu 3%, para 317 milhões ativos por mês, mais do que o esperado.

O Twitter também anunciou que vai lançar “atualizações significativas” em seus serviços no próximo mês que vão afetar a forma como protege os usuários de conteúdo abusivo.

Com a decisão de cortes no número de funcionários a empresa espera atingir seus objetivos até o próximo ano. “Estamos ficando mais disciplinados sobre como investimos em nossos negócios. Definimos uma meta de termos lucro em 2017”, relatou o vice-presidente financeiro, Anthony Noto.

Sobre o autor

Natalie Ferreira

Natalie Ferreira

21 anos, estudante de Publicidade e Propaganda, apaixonada por comunicação.

Deixe seu comentário

15 − 10 =